18 de jun de 2010

Tristeza

Hoje pela manhã faleceu José Saramago.

Sem sombra de dúvida, meu escritor contemporâneo predileto.

Único escritor de língua portuguesa a ganhar o nobel de literatura; autor de obras marcantes como "Ensaio sobre a cegueira", "O evangelho segundo Jesus Cristo", "A jangada de pedra"; ateu; comunista; dono de uma forma de escrita totalmente peculiar, humor ácido e divagações filosóficas...
De fato, uma figura marcante.

Apesar de ser uma pessoa que nem cheguei a conhecer pessoalmente, a minha manhã ficou triste ao saber da notícia.

Salve, José Saramago!



9 de jun de 2010

Trechos

"A visão moderna, a meu ver, envolve uma falsa concepção do crescimento. Somos acusados de retardamento porque não perdemos um gosto que tínhamos na infância. Mas, na verdade, o retardamento consiste não em recusar-se a perder as coisas antigas, mas sim em não aceitar coisas novas. Hoje gosto de vinho branco alemão, coisa que tenho certeza de que não gostaria quando criança; mas não deixei de gostar de limonada. Chamo esse processo de crescimento ou desenvolvimento, porque ele me enriqueceu: se antes eu tinha um único prazer, agora tenho dois. Porém, se eu tivesse de perder o gosto por limonada para adquirir o gosto pelo vinho, isso não seria crescimento, mas simples mudança. Hoje em dia, já não gosto somente de contos de fada, mas também de Tolstói, Jane Austen e Trollope, e chamo isso de crescimento; se tivesse precisado deixar de lado os contos de fada para apreciar os romancistas, não diria que cresci, mas que mudei."

C. S. Lewis 
("Três maneiras de escrever para crianças" in As Crônicas de Nárnia - Volume ùnico, 2ª ed, p. 744)

2 de jun de 2010

204 livros

Esse é o número de livros essenciais escolhidos por dezoito educadores, para serem lidos dos dois aos dezoite anos (um livro por mês).

Eu sei... ler aos dois anos de idade deve ser raro, mas aí a ideia é que alguém leia pra criança...

Observando a lista constatei que não li nem a metade deles (especialmente aqueles da faixa dos dois aos onze/doze anos), e de outros nunca ouvi nem o nome.

Vale a pena conferir:



Trilha sonora: Omen Sore - ERA