31 de mai de 2010

Trechos

"Não escrevi para a multidão. (...) Minha obra é para os que pensam e que, no decorrer do tempo, vão ser a exceção. Sentirão o que eu senti como um marinheiro náufrago numa ilha deserta, para quem a pegada de um ex-companheiro de sofrimento dá mais consolo do que todas as cacatuas e micos nas árvores."

Arthur Schopenhauer

28 de mai de 2010

Trechos

"Esta palavra esperança, com maiúscula ou sem ela, o melhor é riscá-la do nosso vocabulário. Só os exilados e os desterrados que se conformaram com o desterro e o exílio a devem usar, à falta de melhor. Dá-lhes consolo e alívio. Os não conformados têm outra palavra mais enérgica: vontade."

José Saramago
(“Esta palavra esperança”, in Deste Mundo e do Outro, Editorial Caminho, 7.ª ed., P. 153)

25 de mai de 2010

Pouca Vogal




Por uma improvável conspiração cósmica o poderio do império sertanejo três-lagoense foi momentaneamente desafiado: apresentou-se aqui o Pouca Vogal.

Provavelmente você não ouvi falar desse nome, não é?! rsrsrs

Muito bem. Trata-se de um projeto musical do Gessinger (Engenheiros do Hawaii) e do Leindecker (Cidadão Quem).

Brincadeiras à parte, foi maravilhoso ter o prazer de ver tal show em terras sul-matogrossenses. Eu tinha tido o privilégio de assistir a duas apresentações somente do Gessinger, com o Engenheiros, em Araçatuba.

O Pouca Vogal é composto somente pelos dois cidadãos (ou cidadões como diria algumas poetisas...), além da participação de um terceiro músico nessa turnê. Ambos são multi-instrumentistas. Durante os shows chegam a tocar até três instrumentos simultaneamente.



Há oito composições do projeto, além de alguns clássicos das bandas de cada um deles.

Pena que, de fato, poucas das pessoas que foram assistir conheciam as músicas, ou até mesmo os integrantes. Por isso foi muito chato ter do lado algumas fãs de Restart (ah, eu não ia perder a oportunidade de alfinetar... rsrsrs) fazendo coraçõezinhos com as mãos e uma gritaria absurda!

Caramba! O que eu queria era assistir o espetáculo, curtir as músicas, o som...

De qualquer forma, valeu muito a pena!

Se valeu!

19 de mai de 2010

Saudades de Gramado

Sou um apaixonado pelo frio!

Apesar dos vários argumentos que ouço, contrários à minha preferência, tais como as dificuldades de tomar banho ou realizar tarefas que envolvam água. 

E pra mim, quando surge esse tempinho gelado, é impossível não relembrar de minha estadia em Gramado - RS.
Comida, vinho, chocolate...

Ah, e um pequeno detalhe: a região da Serra Gaúcha é um colírio para os olhos!